sábado, 19 de junho de 2010


Goze em mim
Para mim
Sentirei todo o teu prazer
Em meu corpo
Isso me excita
E meu corpo grita
Teu gemido...
Tua respiração...
Teu prazer


By Nega

16 comentários:

L'amant disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mar... disse...

Bom dia amigaaaa....vc não foi dar sua opinião sobre a postagem, snif, snif....apareça por lá...estou ababdonada, rsrsrsrs...
Tenha um maravilhosos final de semana minha querida e vá lá estou te esperando....bjs carinhosos....

Everson Russo disse...

E que esse desejo grite sempre de prazer,,,beijos querida...bom final de semana pra ti.

Catlin disse...

Delicia teu blog, já tinha visto de vista, rss hoje dei uma olhada mais detalhada nele, delicioso cada post....
Beijos doces

Almeida Lucius ™/ Ulisses Reis ®/Heleno Vieira de Oliveira disse...

Isso me excita muito , gostei linda, tenha um sabdo belo, beijos !!!

HSLO disse...

Provocante!

*Mi§§ §impatia* disse...

Aêeeeee Negãooooooo, larga um pouco esses vucos vucos loucos e vai visitar eu e a Mar, fica abandonando a gente não owwww praga.....
to saudadesssssss, bjssssssssss te amo desnaturada.

Francisco disse...

O prazer dado, é ótimo...
O prazer sentido, humm...sensacional...
Mas o prazer simultâneo, e prolongado, é incomparável...!

Beijos, garota linda!

Ardentemente agoniada disse...

Ardente súplica!!!

█► JOTA ENE ◄█ disse...

ººº
Wow... que bela imagem.


Bjoooo

Marcia disse...

Amiga vim deixar uma oração como meu desejo de boa noite....bjs carinhosos e ti adoro viu madrinha...
Há muito se diz que, quem encontrou um amigo, encontrou um tesouro precioso. Há muito se diz que amizade verdadeira dura pra sempre. Não tem aquelas tempestades da paixão e nem a calmaria exagerada do descompromisso. É o meio termo. É a bonita sensação do estar perto e, de repente, deixar o silêncio chegar. Não exige tanto. Exige tudo.

As amizades nascem do acaso. Ou de alguma força que faz com que uma simples brincadeira, uma informação, um caderno emprestado, uma dor seja capaz de unir duas pessoas. E a cumplicidade vai ganhando corpo, e o desejo de estar junto vai aumentando, e, com ele, a sensação sempre boa do poder partilhar, de se doar.

Há muito se diz que os amigos verdadeiros são aqueles que se fazem presentes nos momentos mais difíceis da vida, naqueles momentos em que a dor parece querer superar o desejo de viver.

De fato, os amigos são necessários nesses momentos. Mas, talvez, a amizade maior seja aquela em que o amigo seja capaz de estar ao lado do outro nos momentos de glória, e vibrar com essa glória. Não ter inveja. Não querer destruir o troféu conquistado. Aplaudir e se fazer presente. Ser presente.

A amizade não obedece à ordem da proporcionalidade do merecimento. Não há sentido em querer de volta tudo o que com generosidade se distribuiu. A cobrança esmaga o espontâneo da amizade. E a surpresa alimenta o desejo de estar junto.

O amigo gosta de surpreender o outro com pequenos gestos. Coisas aqui e ali que roubam um sorriso, um abraço, um suspiro. E tudo puro, e tudo lindo.
Há muito se diz que não é possível viver sozinho. A jornada é penosa e, sem amparo, é difícil caminhar.

Juntos, os pássaros voam com mais tranquilidade. Juntas, as gaivotas revezam a liderança para que nem uma delas se canse demais.

Juntos, é possível aos golfinhos comentarem a beleza de um oceano infinito. Juntos, mulheres e homens partilham momentos inesquecíveis de uma natureza que não se cansa de surpreender.
Eu te peço, Senhor, nessa singela oração, que me dês a graça de ser fiel aos meus amigos. São poucos. E impossível seria que fossem muitos. São poucos, mas são preciosos. Eu te peço, Senhor, que me afastes do mal da inveja que traz consigo outros desvios. A fofoca. A terrível fofoca que humilha, que maltrata, que faz sofrer.

Eu te peço, Senhor, que o sucesso do outro me impulsione a construir o meu caminho, e que jamais eu tenha ânsia de querer atrapalhar a subida de meu amigo. Eu te peço, Senhor, a graça de ser leal. Que eu saiba ouvir sempre e saiba quando é necessário falar.

Senhor, sei que a regra de ouro da amizade consiste em não fazer ao amigo aquilo que eu não gostaria que ele me fizesse. E te peço que eu seja fiel a essa intenção. E sei que essa regra fará com que o que se diz há tanto tempo se realize na minha vida. Que eu tenha poucos amigos, mas amigos que permaneçam para sempre.

Não poderia ter muitos. Não teria tempo para cuidar de todos. E de amigo agente cuida. Amigo a gente acolhe, a gente ama.

Senhor, protege os meus amigos. Que, nessa linda jornada, consigamos conviver em harmonia. Que, nesse lindo espetáculo, possamos subir juntos ao palco. Sem protagonista.

Ou melhor, que todos sejam protagonistas, e que todos percebam a importância de estar ali. No palco. Na vida.

Obrigado, Senhor, pelo dom de viver e de conviver. Obrigado, Senhor, pelo dom de sentir e de manifestar o meu sentimento. Obrigado, Senhor, pela capacidade de amar, que é abundante e é sem-fim

Ric Dexter disse...

Você consegue cada imagem!
Unida à poesia então...

Bjs!

ღPat.ღ disse...

Cade você??????
Beijos e boa semana, linda!
Não vai fazer igual a miss, hein?!

Branca disse...

...nada é mais excitante que sentir a excitação que provocamos em quem amamos...

Bjo amiga e ótimo dia pra vc!

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Excita corpos e sentimentos.

-----------------------


Chegamos de viagem e venho aqui só pra dizer que esse carinho danado de bom é realmente algo que faz falta.

Beijo imenso, menina linda.


Rebeca

-

Jaime Piedade Valente disse...

Há uma lenda grega segundo a qual Tirésias foi transformado pelos deuses em mulher e depois, ao fim de alguns anos, novamente em homem.
Um dia, quando Hera pela enésima vez acusou de infidelidade Zeus, rei dos deuses e seu esposo, este ripostou e acusou-a também de infidelidade. Quando esta disse que tinha sido só uma vez, Zeus objectou que mesmo assim ela levava vantagem, pois o prazer das mulheres era sempre mais intenso que o prazer dos homens e por isso uma infidelidade dela equivalia a muitas dele. Os protestos de Hera levaram Zeus a propor-lhe a consulta de um juiz imparcial: Tirésias, que tinha a experiência de ser homem e a experiência de ser mulher. Fizeram a pergunta a Tirésias e este respondeu: a mulher tem muito mais prazer que o homem, numa proporção aproximada de 5 para 1. Ao ouvir o grito de triunfo de Zeus, Hera explodiu de raiva e, como vingança, cegou Tirésias. Zeus, apesar de ser o rei dos deuses não podia desfazer o que outro deus tinha feito, ainda por cima uma deusa tão poderosoa como Hera, e por isso compensou Tirésias pela perda da visão dando-lhe a capacidade de "ver" o futuro. E é nessa condição de adivinho que encontramos Tirésias no Édipo Rei, de Sófocles.

estas fotos parecem também demonstrar que as mulheres têm mais prazer que os homens... esperemos que nenhum deus irado cegue o fotógrafo