terça-feira, 24 de agosto de 2010

Solitary ground










Terra Solitária
Vivendo em lugares diferentes
Escapando para vários lugares
Minha bússola quebrou
Estou perdendo o caminho
Uma loucura constante me desviou do caminho
Meu passado sussurra descendo em meu pescoço
E parece que agora tudo o que posso fazer é
Voltar aos primórdios quando tudo estava adiante
Uma ilusão passageira
Agora me flagela alternativamente
Em mim ainda há um lugar que me completa
Uma santidade aqui que eu chamo de lar
Eu corro para onde o inverno desce
Se eu tentar, posso encontrar terra firme
Eu sigo caminhos ardilosos
Oh, parece que eles estavam escritos em pedra
E a porta para uma nova vida
Está se fechando tão rápido
Queimar as pontes
Não me trará de volta
Eu sei que em mim
Ainda há um lugar que me completa
Uma santidade aqui que eu chamo de lar
Eu corro para onde o inverno desce
Se eu tentar, posso encontrar terra firme
Ou estou apenas perdendo tempo?








A santidade que me completa,está se fechando para mim?
Ainda não sei...
Nega

3 comentários:

Crys disse...

Ah nega querida, já passei por fases assim, mais o que posso te dizer? As vezes temos que passar por certas coisas para aprendermos a arte da superação...bjs em ti...fica bem...

Crys disse...

Ah nega querida, já passei por fases assim, mais o que posso te dizer? As vezes temos que passar por certas coisas para aprendermos a arte da superação...bjs em ti...fica bem...

Gaya disse...

Olá minha miguinha...lá fora ainda brilha um sol, ou então a dindinha lua, vamos?Bjus solidários