sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Esfrega


Esfrega em meu corpo
Toda brutalidade deste querer
O meu sorriso goza
No mel que verte
A cada açoite
De seu sorriso

By nega

Nenhum comentário: