domingo, 9 de fevereiro de 2014

ARRASTÃO



O corpo rendido
A meia rasgada
Os dedos que brincam
Em buracos melados
A carne treme
Descompassada
A metida molhada
No pau que invade
O gozo gemido
Que escorre
sem piedade

By nega

2 comentários:

Francisco Cleuto disse...

Esse é o verdadeiro túnel do prazer. .. perdição e loucura. ..

Francisco Cleuto disse...

Esse é o verdadeiro túnel do prazer. ..perdição e loucura. ..