sábado, 16 de julho de 2016




Lembro o sorriso da primeira vez
Onde você descaradamente
me tomou pra ti.
E eu sabia..
  E veio se chegando em meu corpo
Dedilhando minhas vontades
Gozando em meus espaços
Escancarando meu querer.
Onde gemo seus sorrisos
Onde entregue 
Vibro sua,vibro nua
Vibro em amor,
que precisa sentir
Tuas mão em meu corpo,pesadas

Tua mordida cravada na pele
Teu querer desmedido
Onde cativa me faço
Cativa me fiz
Em você...
By nega





3 comentários:

Mark disse...

Palavras...Ficamos em silêncio
Bocas se encontram, sem palavra, com beijos
Sem palavras, mãos viajam pelos corpos, brincam, massageiam
Sem a fala, a boca encontra teus seios, suga, morde, lambe
Brinco com teus mamilos
Boca, língua, mãos descem, provo a pele em silêncio
Fica de quatro, em tuas ancas leio tuas vontades
Entre as nádegas, te saboreio
Teu ânus, minha língua, brincam
Tua vagina molhada, chupo, sugo
Teu corpo remexe, me excita
Sem palavras, pede meu membro
Tua boca não fala, me engole, me chupa, me lambe.
Teu olhar fala diz o teu desejo,
Penetro teu corpo, você me come
Sem palavras, ouvimos gemidos
Corpos ardendo em paixão
Nosso orgasmo completa a poesia
Beijos doces e intensos

{Λїtą}_ŞT disse...

Sempre intensa.
Que sua semana comece cheia de alegrias.

Beijos de {Λїta}_ST

http://odiariodaescrava.blogspot.com.br/

Drussila disse...

Soneto lindo, miga!